top of page
Início
FOTO_119.jpg

Receba nossos conteúdos e cursos.

  • Meu relacionamento está se perdendo em tantas discussões, mágoas e desentendimentos.

  • Estou enlouquecendo com estes filhos, não sei como dar limites, tudo que ensino eles não aprendem!

  • Virei líder e agora como vou me comunicar com estas pessoas que dependem de mim?

  • Tenho dor de barriga toda vez que tenho que dar um feedback.

  • Como é que vou dizer isso para a pessoa?
    Ela vai ficar desesperada/braba/indignada/triste!

  • O que adianta fazer combinações
    se ninguém cumpre?

  • Estou cansado de fazer tudo para os outros e ninguém faz nada por mim.

 

Caso sim, eu quero te dizer que TEM SOLUÇÃO para tudo isso! Basta Aprender a Conversar!

 

Mas eu converso! Só que ninguém me entende! 

Hummm... então é hora de melhorar esta conversa!

Você se enquadra

em algum destes itens:


Nesta caminhada você aprende a:

  • Escutar a si mesmo, reconhecendo, nominando e acolhendo seus sentimentos.

  • Escutar o outro, mesmo não concordando com ele.

  • Compreender o significado de empatia e como praticá-la.

  • A observar a situação com distanciamento, fazendo uma narrativa dela desprovida das avaliações e julgamentos.

  • Se responsabilizar pelos seus sentimentos deixando de ser vítima e passando a ser protagonista.

  • Fazer pedidos claros e mais fáceis de serem compreendidos.

  • Fazer combinações que sejam possíveis e satisfatórias para ambos.

  • Olhar para o conflito como uma oportunidade de melhoria da relação.

  • Estabelecer limites e dizer não.

  • Ter conversas difíceis.

Então Vamos Aprender a Conversar?

Método

Após muitos estudos em Comunicação Não Violenta, comportamento e outras áreas, eu criei um caminho que entendo ser o ideal para termos conversas mais assertivas e autênticas que denominei de Método Vamos Aprender a Conversar?

Ele se propõe a contribuir para que você construa o seu próprio caminho para conversas mais autênticas.

É um caminho porque ele orienta as pessoas a uma jornada de autoconhecimento e de desconstrução de várias crenças e condutas, para abrir espaço para novos olhares para si, para o outro e para a situação.

Nossas conversas iniciam no nosso pensamento. Se não olharmos para isso, não mudaremos nosso modo de conversar.

Método-Vamos-Aprender-a-Conversar_COMPILADO.png
Eu não sabia conversar!

Em toda a minha educação e na formação que fiz na área de comunicação e liderança, em nenhum momento recebi qualquer tipo de orientação sobre como conversar.

 

Não falo de etiqueta, de regras formais da boa educação. Falo de conversas de verdade, do dia a dia, aquelas que impactam nas nossas relações familiares e profissionais e que são a razão pela qual nós somos admitidos no trabalho e demitidos depois, ou paramos de nos relacionar com alguém da família tornando os almoços de domingo tensos e insuportáveis.

Ao compreender todos os mecanismos que estão por trás do modo como conversamos, eu mudei minha visão de mundo, tornei-me uma pessoa menos julgadora e mais observadora. Minha conversa interna mudou de – “por que ele fez isso comigo” – para “o que estou sentindo e precisando nesta situação”, o que me tirou do papel de vítima para protagonista.

Com este aprendizado eu passei a ser clara nos pedidos que faço e nos limites que imponho para cuidar em primeiro lugar de mim.

Não “engulo sapos” e quase consigo “não soltar cachorros” quando quero me expressar, ou seja, tenho mais consciência e posso fazer escolhas. Percebo logo quando erro e procuro corrigir.

São estes aprendizados que eu compartilho nos meus cursos e nas formações que realizo nas empresas.

O que nos impede de ter uma boa comunicação?

Nossos pensamentos!

É lá que tudo inicia, neste mundinho interno que foi constituído por nossa educação, experiências de vida, crenças, valores, tudo somado. É lá que buscamos informações para decidir muito rapidamente se esta situação é boa ou ruim para nós.

“Entre o estímulo e a resposta têm um espaço. Neste espaço está nosso poder de escolher a resposta. É na resposta que está nosso poder e nossa liberdade.” Viktor Frankl

O Método Vamos Aprender a Conversar nos ensina a olhar para nossos pensamentos com curiosidade para compreender de quais necessidades eles nos falam.

É fácil ser empático com quem pensa como nós!

Para termos diálogos que criem pontes e não muros, precisamos exercitar muito o músculo da empatia. Mas para isso, é necessário primeiro entendermos bem este conceito.

Se você tem dificuldades de seguir numa conversa quando as pessoas não concordam com suas ideias, então, é hora de aprender a conversar!

Se você fizesse uma lista de sentimentos, provavelmente ela não passaria de 10! Quer conhecer mais alguns? Veja aqui uma lista com mais de 100 sentimentos!

O que você encontra aqui?

Serviços
cursos.png

Cursos on-line e ao vivo

mentoria.png

Mentoria

empresas.png

Treinamentos para empresas

conteudos.png

Conteúdos gratuitos

Depoimentos

O que pensa quem já participou de algum curso presencial ou on-line, ou de trabalhos in company:

Marlise Dussin,
Coach Integrada e Sistêmica

Thays Beleze, jornalista e mentora comunicacional

Eduarda Neves, jornalista, especialista em produção e gestão de conteúdos digitais

"Eu conheci a Vivian em eventos de comunicação. E sempre quis de alguma forma trazer ela para perto. Ela despertou em mim a curiosidade em estudar mais sobre CNV. Esse ano conseguimos fechar uma Formação em Comunicação para Lideranças, 27 horas de treinamento. Depois construímos um treinamento para equipe de atendimento. A entrega foi tão boa e estamos tendo feedbacks tão bons que vamos ampliar. Vamos seguir formando nossas equipes. É muito tranquilo trabalhar com a Vivian e ter um treinamento personalizado para as nossas necessidades. Gratidão por tudo que eu também tenho aprendido." Vanessa Sousa – Analista de Marketing da Orquídea Alimentos

“O atingimento dos nossos objetivos pessoais e profissionais estão diretamente ligados a nossa boa comunicação. Agradecemos à Vivian pela explanação deste assunto de forma clara e didática, metodologias que agregarão muito ao nosso trabalho”. Jussara Portella - Time SÉ Recursos Humanos (Curitiba) 

“A metodologia usada é dinâmica e atrativa. As dinâmicas despertaram meu desejo de reconhecer meus sentimentos e reorganizar meus pedidos. A Vivian tem um talento brilhante, uma doçura de falar que ao mesmo tempo deixa a marca do profissionalismo. Agradeço por compartilhar comigo os conhecimentos e me ajudar a seguir reinventando minha existência na escola, especialmente em tempos de isolamento social." Patrícia Michelin da Silva - Professora

“Vivian, tua entrega no trabalho é muito linda de ver e melhor ainda de participar! A ideia era um workshop mais leve, para apresentar a CNV para os colaboradores, e acabamos encantados com o quanto podemos ser mais íntegros nas nossas relações entre colegas.” Mariel Elizeire - Coordenadora de Governança e Compliance da Fundação Médica do RS.

“Agradeço por compartilhar seu conhecimento conosco! A experiência de aprender com você tem sido incrível! Sua contribuição foi de grande relevância, agregou muito e de forma significativa abrilhantou nosso evento e acima de tudo abrilhantou nossas vidas! Recebemos de você conteúdo, valores, um caminho para sermos melhores como profissionais e como pessoas. Gratidão por esta conexão! Esperamos ter a oportunidade de ouvi-la outras vezes e que seja em breve." Denise Buhrer - Gerente de RH da Budel Transportadora.

Lola Carvalho, Gerente de Projetos

na Jorge Bischoff

Luciano Steffen, administrador, mentor de carreira, criador de conteúdo e educador digital

Edlene Rosa, Gerente Geral da Dimel Materiais de Embalagem

“Através do trabalho in company que temos feito com a Vivian, podemos perceber um despertar da consciência para a importância da nossa comunicação. É possível observar um crescimento e amadurecimento da equipe, no sentido de entender o quanto cada um é responsável pela sua forma de ver as situações e pela forma de se comunicar e se expressar, bem como poder demonstrar e falar sobre seus sentimentos e necessidades. Isso traz crescimento para os profissionais e para a empresa de uma forma muito consistente e sustentável." Edlene Rosa - Gerente Comercial da Dimel

“Tivemos aqui no Melhor Envio um Workshop riquíssimo sobre Comunicação Não Violenta que colaborou demais para o desenvolvimento e capacitação dos nossos colaboradores. A palestrante Vivian, abordou o tema com muita leveza, clareza e, de forma didática, trouxe situações rotineiras como exemplos, o que ajudou muito na percepção do nosso time. Nosso muito obrigada, por contribuir e reforçar a relação de empatia com os nossos colaboradores.” Gestão de Pessoas da Melhor Envio

“Posso afirmar que tínhamos uma equipe antes da Vivian e temos outra equipe depois da Vivian. Esta nova equipe muito melhor do que a anterior.” Carla Rosana da Silva – Gerente Administrativa da AMO Criança Novo Hamburgo

"... foram três tardes de imersão no universo do conhecimento e do autoconhecimento, ambos são base importante para todo e qualquer tipo de comunicação. Iniciamos curiosos e interessados. Saímos igualmente curiosos e interessados, por querer saber muito mais a esse respeito. Muito obrigado Vivian! Para compartilhar conhecimento não basta tê-lo. Há que se saber comunicá-lo. E tu o fizeste com a maestria de quem conhece aquilo que te cabe ensinar e aquilo que nos cabe aprender." Christian Thomas - CEO da Victory/Camuto Group Brasil

“Contratamos a Vivian Laube com a expectativa de desenvolver e aprimorar nossos gestores na difícil competência de comunicação empática com equipes e pares. A metodologia apresentada - Vamos aprender a Conversar, nos proporcionou conhecer a comunicação não violenta. Os resultados foram ótimos, nossos gestores aprovaram a metodologia e já percebemos aplicação prática em nosso dia a dia." Rodrigo de Lima Barcelos - Gerente de Recursos Humanos da TMSA

Algumas empresas que já contrataram nosso trabalho:

Indústria:

Controil – Empresas Randon, Taurus, Dell, Gestamp Autopeças (PR), Granja Econômica  Avícola (PR), Grupo Raumak (SC), TMSA Tecnologia em Movimentação, Dimel Embalagens,  Box Print, Maltec – Grupo Sazzi, Tondo – Orquídea Alimentos, Iveco Group, FCC  Fornecedora, Dilly Sport.

Serviços:

SESI-RS, Grupo Krause, Budel Transportes (PR), Sé Recursos Humanos (PR), Objetiva Condomínios, Fundação  COPEL (PR), CWI Software, Melhor Envio, iMaps Data Group, Victory Importação e Exportação,  Conexo Assessoria Com Internacional, Servicon, Biason Assessoria.

Financeiro:

Sicredi Pioneira

Hotelaria:

Swan Hoteis

Saúde:

Unimed, Hospital Regina, FUNDMED

Educação:

Secretarias de Educação ou Assistência Social de diversos municípios como Novo Hamburgo, Segredo, Arroio do Tigre, Sobradinho, Passa Sete, Portão, Parobé, Capela de Santana. Colégio Anchieta, Colégio Santa Catarina, Fundação Evangélica Novo Hamburgo.

Parceria com Universidades:

Unisinos, Feevale, Faculdades IENH.

Empresas
Vivian Laube
FOTO_023.jpg

QUEM SOU EU

Nasci em 1963, numa cidade chamada Taquara, interior do RS. Moro há mais de 30 anos em Novo Hamburgo – RS e sou mãe da Izadora.

Atuo com comunicação desde 1984. Sou empreendedora desde os 25 anos, quando fundei a LF Comunicação e Projetos. Na minha caminhada, atuei nos setores da educação, comércio, indústria calçadista e indústria da construção civil. Fui professora universitária e hoje sou professora convidada de pós-graduação.

Graduada em Relações Públicas, com pós-graduação em Liderança e Comportamento Organizacional, Gestão de Empresas (FGV) e Marketing.

Sou facilitadora de Círculos de Justiça Restaurativa e Construção de Paz – Situações Conflitivas, com formação pela Escola Superior da Magistratura – AJURIS.

Membro da Comunidade Internacional de conversas significativas Art of Hosting. Coautora do livro Metodologia do Comportamento Humano – Estudos & Aplicações, editora CoachI. Certificada como Consultora DISC, pela Etalent.

Conheci a comunicação não violenta em 2018 e desde lá não parei mais de estudar sobre este e outros temas e como eles se aplicam no ambiente pessoal e profissional. Com base nestes estudos, criei o Método Vamos Aprender a Conversar?

Sou uma pessoa ativa, criativa, inquieta. Mas gosto muito de sossego, silêncio e paz. Sou entusiasmada, coloco muita energia nos meus projetos e fico muito feliz quando dão certo e as pessoas gostam. Quero muito ensinar as pessoas a conversarem porque fez muita diferença na minha vida e foi libertador entender os conceitos da comunicação não violenta e como ela pode ser aplicada em todos os momentos da nossa vida. Me trouxe mais paz e liberdade de escolha, me deixou mais leve, empoderada e feliz.

MEU PROPÓSITO

Compartilhar conhecimento e experiência, instrumentalizando as pessoas para que aprendam a conversar e, com isso, tenham relações mais saudáveis e verdadeiras.

Contato
bottom of page